Agrodefesa normatiza Política de Comunicação para intensificar a divulgação institucional e ampliar a transparência

Objetivo é fortalecer a imagem da Instituição e consolidar a comunicação como ferramenta estratégica na difusão de informações e interação com os diversos públicos da Agência

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) normatizou a sua Política de Comunicação por meio da Portaria nº 232, de 2 de maio de 2022. O documento estabelece diretrizes que norteiam as ações de comunicação do órgão com foco no fortalecimento de sua imagem institucional, bem como na ampliação da transparência de todas as suas ações e realizações. O objetivo é disponibilizar informações relevantes de interesse da sociedade, do público interno, dos demais órgãos governamentais e dos veículos de comunicação.

A Política de Comunicação da Agrodefesa está baseada nas normas recomendadas e aplicadas pela Secretaria de Estado da Comunicação e nas boas práticas de gestão preconizadas no Programa de Compliance Público do Governo de Goiás, quais sejam a ética, transparência pública, gestão de riscos e responsabilização. A normatização da Política de Comunicação é consequência também da criação da Chefia de Comunicação Setorial como Unidade Básica na Agência, por meio da Lei Estadual nº 21.239, de 12 de janeiro de 2022.

José Essado, presidente da Agrodefesa, ressalta que a divulgação das ações e realizações do órgão, assim como os conteúdos técnicos, é de fundamental importância para o segmento agropecuário. Ele enfatiza que isso já ocorre na Agência, mas a normatização da Política de Comunicação objetiva impulsionar a difusão de todos as informações institucionais e técnicas, direcionadas aos diversos públicos que interagem com a Agrodefesa e que precisam ter conhecimento das ações, realizações, atos normativos, dispositivos legais e comunicados relevantes da Agência.

Atribuições

No estabelecimento da Política de Comunicação, diversas atribuições são conferidas à Comunicação Setorial, tais como produzir e disponibilizar informações de interesse da sociedade, com objetividade, clareza e fidedignidade dos conteúdos, de modo a ressaltar a importância do órgão e a efetividade de seus serviços para a população. Mais ainda: idealizar, planejar e executar as ações de comunicação de modo a auxiliar a instituição no cumprimento de sua missão e atribuições na condição de órgão executor da defesa agropecuária no Estado.

A Política de Comunicação da Agrodefesa também define pontos importantes como o atendimento das demandas formalizadas pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Comunicação; definição de fontes para atendimento das demandas internas e externas, em especial dos veículos de comunicação; atuação com lisura e cuidado, impedindo o desrespeito ou agressão aos direitos humanos e civis, bem como evitando mensagens preconceituosas ou discriminatórias e ainda impedindo o favorecimento pessoal de colaboradores, diretores ou parceiros.

A Política de Comunicação estabelece parâmetros também para atuação das fontes, que devem se empenhar no repasse das informações e colaborar para a elaboração dos conteúdos informativos e técnicos, respeitando os princípios éticos e a assertividade das informações, que devem ser produzidos com linguagem clara, objetividade e fácil compreensão pela sociedade. Também proíbe a emissão de opiniões pessoais e de natureza política, em especial aquelas que não refletem as posições oficiais da Agrodefesa.

Conforme ainda a Política de Comunicação, a difusão de informações e conteúdos técnicos da Agrodefesa deve utilizar meios eletrônicos como o website, redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter), murais eletrônicos, whatsapp e e-mail institucional, além da utilização de folders, cartazes e banners. Os conteúdos também são enviados à área de comunicação do Governo de Goiás, para veiculação em seus canais de difusão, e aos veículos de comunicação em Goiânia e no interior, além de garantir o rápido atendimento às suas demandas por informações.

Comunicação Setorial da Agrodefesa – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.