Termina dia 20 deste mês o vazio sanitário do algodão em Goiás

Região 4, que engloba municípios do Noroeste e Norte de Goiás, é a última a cumprir o vazio sanitário. Semeadura pode ser iniciada no próximo dia 21

A partir do dia 21 deste mês os produtores de algodão já podem fazer a semeadura também nos municípios da Região 4 (Noroeste e Norte de Goiás). Isso porque o período de vazio sanitário da cultura termina no próximo dia 20. A lista de municípios desta área podem ser conferidos Aqui.

Em conformidade com a Instrução Normativa nº 04/2019 da Agrodefesa, o vazio sanitário do algodão acaba em todo o Estado nesta data, porque nos municípios das Regiões 1 (Sudeste e Sul de Goiás), 2 (Sudoeste Goiano) e 3 (Entorno do DF e Nordeste Goiano) o plantio já é realizado normalmente, uma vez que os períodos de vazio sanitário ocorrem em calendários distintos. Nestas regiões muitas áreas já foram plantadas e as lavouras têm bom desenvolvimento vegetativo. 

Ainda de acordo com a IN nº 04, nas Regiões 1 e 2, a semeadura pode ocorrer até o dia 10 de fevereiro. Já na Região 3, até 31 de janeiro. E na Região 4, o período de semeadura vai de 21 de janeiro até 4 de abril. 

Controle do bicudo

O vazio sanitário é uma estratégia fitossanitária fundamental para prevenir e combater o bicudo do algodoeiro, praga capaz de causar grandes prejuízos aos produtores e ao Estado. A medida é adotada todos os anos em conformidade com o Programa Nacional de Prevenção e Controle do Bicudo do Algodoeiro, coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os produtores devem estar atentos quanto ao cadastro das lavouras de algodão no Sistema de Defesa Agropecuário de Goiás (Sidago), no site da Agrodefesa. Para os cultivos em todo o Estado, o cadastramento precisa ser feito 30 dias após a semeadura, conforme estabelece a Instrução Normativa nº 04/2019. (Foto da capa: Embrapa Algodão).

Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.