Comitê Setorial da Agrodefesa avança na implementação Programa de Compliance Público, com a capacitação de servidores.

Na tarde de ontem, 28/06, o Comitê Setorial da Agrodefesa, se reuniu, com a participação dos membros da Secretaria Executiva desse Comitê, assessores da presidência e diretorias, assessor da Gerência de Compras e Apoio Logístico, gerente da Secretaria Geral, e de consultores da CGE, para avaliação dos resultados dos cursos de capacitação realizados pelos servidores da Agrodefesa, na Escola de Governo, referentes aos 4 (quatro) eixos do Programa de Compliance Público (ética, transparência, responsabilização e gestão de riscos).

Na abertura da reunião, o presidente da Agrodefesa, José Essado Neto, cumprimentou a todos e destacou a importância do acompanhamento pelo Comitê Setorial da implementação do Programa de Compliance Público, por meio do eixo de Gestão de Riscos, em consonância com as diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado de Goiás. Disse estar muito satisfeito com os resultados obtidos em tão pouco tempo, em especial na área administrativa, o que já reflete em melhorias na gestão de processos na pasta.

A coordenação dos trabalhos ficou a cargo da assessora técnica da presidência, e também coordenadora da Secretaria Executiva do Comitê Setorial, Elíria Alves Teixeira. A pauta principal da reunião foi a apresentação dos cursos de capacitação realizados pelos servidores da Agrodefesa, na Escola de Governo, nos 4 (quatro) eixos do Programa de Compliance Público. A coordenadora relatou que foram 102 (cento e dois) servidores capacitados até o presente momento, sendo 50 (cinquenta) servidores em cursos do eixo ética, 11 (onze) em cursos do eixo transparência, 12 (doze) em cursos do eixo responsabilização, 21 (vinte e um) em cursos do eixo gestão de riscos, 5 (cinco) em cursos da gestão de risco para alta gestão, e 3 (três) servidores em cursos completos dos 4 (quatro) eixos do PCP.

Destaca, ainda, que os cursos de capacitação do PCP têm sido acompanhados bem de perto pelo Diretor de Gestão Integrada, Augusto Amaral, que destaca o quão importante é a participação dos servidores nesta capacitação, pois visa melhoria nos processos de gestão institucional na pasta, trazendo resultados positivos para todos os envolvidos nos processos de defesa agropecuária.

Augusto Amaral enfatizou, ainda, que a capacitação no PCP, oferece aos servidores da Agrodefesa o conhecimento em procedimentos e estruturas destinados a assegurar a conformidade dos atos de gestão, bem como garantir o alcance dos resultados das políticas públicas e a satisfação dos cidadãos, fomentando a ética, a transparência, a responsabilização e a gestão de riscos.

Tiago Borges, e Warley Alves, também destacaram que os cursos oferecidos pela Escola de Governo, ajudam e aprimoram na implementação do PCP na Agrodefesa, bem como facilitam os trabalhos a serem desenvolvolvidos pelos proprietários de risco, visto suas especificidades funcionais, levando a um planejamento efetivo, de qualidade, que será determinante para se colher bons resultados, não só para a pasta, mas também para o cidadão.

Ainda, nesta tarde, foi validado pelos membros do Comitê Setorial, mais 2 (dois) riscos no planejamento da gestão de riscos da Gerência de Compras e Apoio Logístico, conforme demanda da Controladoria Geral do Estado. São eles, precificação desvantajosa e quantitativos equivocados (que seria adquirir algo não necessário ou a mais ou a menos do que o necessário).

Por fim, o presidente José Essado, parabenizou todos os servidores envolvidos neste trabalho, e também ressaltou que os cursos de capacitação são extremamente importantes para a formação dos servidores da pasta, estando empenhado, junto aos demais membros do Comitê Setorial, para que todos os servidores da Agrodefesa possam receber treinamento dos 4 (quatro) eixos do Programa de Compliance Público, visto que a disseminação dos conhecimentos desse programa é fundamental para buscar novas metodologias e ferramentas que nos permitam aprimorar os serviços que oferecemos aos cidadãos goianos.

Estavam presentes: os membros do Comitê Setorial do Compliance da Agrodefesa (José Essado Neto; Augusto Amaral Rocha; Sérgio Paulo Coelho; Luiz Bruno Moreira Roriz e Márcio Alessandro de San`Tiago Potenciano); os membros da Secretaria Executiva do Comitê Setorial do Compliance da Agrodefesa (Elíria Alves Teixeira, Assessora da Presidência e Coordenadora da Secretaria Executiva; José de Souza Reis Filho, Membro do Órgão Colegiado de Defesa Vegetal; Ramon Rizzo Vasques, Assessor da Diretoria de Defesa Agropecuária; Carlos Henrique de Castro Howes, Gerente de Tecnologia; ; José de Souza Reis Filho, membro do Órgão Colegiado de Defesa Vegetal; Karla Caetano Fernandes, assessora da Diretoria de Gestão Integrada; Ramon Rizzo Vasques, assessor da Diretoria de Defesa Agropecuária; Daniela Rézio e Silva, Gerente de Sanidade Vegetal; Renan Willian Martins de Abreu, Coordenador Regional do Rio das Antas); Maria Hermínia Alencastro Salviano, Assessora da Presidência; Marlúcia Dutra Ramos Sousa, Gerente da Secretaria Geral; Welson José Tanja, assessor da Gerência de Compras e Apoio Logístico; Rossana Serrato de Mendonça e Silva, Jacqueline Pereira Gomes e Cícero Lopes Coelho, assessores da Diretoria de Defesa Agropecuária; Tiago Vieira Borges, assessor de Controle Interno da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento; e Warley Alves, gestor de Finanças e Controle da CGE.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.