Publicada nova Instrução Normativa para a soja em Goiás

O calendário de semeadura se encerra em 31 de dezembro de 2021.

A Agrodefesa publicou no dia 22 de novembro, a Instrução Normativa nº 06/2021, com o período do calendário de semeadura de 25 de setembro a 31 de dezembro de 2021, para a cultura da soja em Goiás.

O coordenador do Programa de Prevenção e Controle de Pragas em Soja, Mário Sérgio de Oliveira, relata que com o intuito de antecipar a semeadura das culturas semeadas em sucessão à cultura da soja no período de safrinha, visando um melhor aproveitamento hídrico dessas culturas no campo, a Agrodefesa antecipou em 6 dias o início da semeadura.

Porém, o final do calendário de semeadura permaneceu até 31 de dezembro, conforme recomendação técnica científica e diferente do período indicado pela Portaria n.º 389/2021 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), ressalta a Gerente de sanidade Vegetal da Agrodefesa, Daniela Rézio.

O Presidente da Agrodefesa, José Essado e o Diretor de Defesa Agropecuário, Sérgio Paulo Coelho, esclarecem que considerando que a autarquia está resguardada do direito de estabelecer período de semeadura mais restritivo do que a portaria federal, optou-se por restringir o final do plantio da soja, safra 2021/2022, até dia 31 de dezembro, de modo a evitar prejuízos à produção de soja em Goiás.

Conforme Nota Técnica da Embrapa Soja, de 04/09/2019, estender a janela de semeadura da soja pode favorecer o desenvolvimento da ferrugem asiática, devido ao cultivo de soja na safrinha que poderá acarretar em ponte verde da safra de verão para safrinha, aumentando assim as aplicações com fungicidas e consequentemente acelerar perda de eficiência desses produtos utilizados para controlar a ferrugem asiática.

Nesse sentido, foi incluída na Normativa a proibição do cultivo de soja em sucessão à soja, na mesma área e no mesmo ano agrícola.

A Agrodefesa alerta ainda que, todas as lavouras de soja devem ser cadastradas no Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago), até 15 dias após a semeadura, para isso, basta o produtor acessar o site www.agrodefesa.go.gov.br.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.